sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Alguém disse...


Definição de FILHO por José Saramago
“Filho é um ser que nos foi emprestado para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior acto de coragem que alguém pode ter, porque é expor-se a todo o tipo de dor, principalmente o da incerteza de estar a agir correctamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo”.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Terra dos Sonhos

Ora aqui está um belo "programinha" em família... "Terra dos Sonhos".
A partir do próximo dia 1 de Dezembro, a Quinta do Castelo, em Santa Maria da Feira, abre as portas para o Parque Temático de Natal - “Terra dos Sonhos”.
Um mundo de encanto e fantasia, para desfrutar das mais de 225 horas de animação, durante os 15 dias de funcionamento do evento.
O melhor do Natal e do imaginário infantil é recriado em mais de 15 áreas temáticas de teatro infantil, musicais, animação circulante, diversões, cenários, entre muitos outros.
Santa Maria da Feira prepara-se para receber o Pai Natal e todos os habitantes da Terra dos Sonhos, no dia 1 de Dezembro, pelas 10h, e a partir deste dia, a partir das 13:30h até às 18h, todas as quintas, sextas, sábados e domingos, até ao dia 24 de Dezembro.
Quanto ao preço, temos o bilhete individual de €6 (gratuito dos 0/2 anos) e ainda alguns pack:
Pack família
(mín. 4 pessoas/crianças até aos 12 anos, adultos m/ 18 anos)
1. Pack 4 (1 adulto/3 crianças) – €20
2. Pack 4 (2 adultos/2 crianças) –€20
3. Pack 5 (2 adultos/3 crianças) – €25
4. Pack 6 (2 adultos/4 crianças) – €30
Free Pass (válido para todos os dias)- €10
Acho que é uma óptima ideia para pais e filhos se divertirem juntos e sonhar:)

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Choro e mais choro...

Uma coisa que me interrogava muitos vezes, antes de ser mãe, era se um dia quando tivesse o meu bebé seria capaz de intender e diferenciar o choro.
Agora não tenho dúvida nenhuma... é tão fácil:)
Desde o choro de atenção (acompanhado das mãos no ar), choro de cansaço (com fricção dos olhos), choro de fome (o mais fácil de reconhecer), choro de zangado (alto, longo, agudo e irritante), choro de dor (agudo, com guinchos e longo, acompanhado por um corpo tenso e rígido e olhos muito fechados... o que mais nos aflige), ao choro do mimo ( que é sem duvida uma ternura), o que não falta é lágrimas e claro muitos e muitos beijinhos!!!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Problemas de audição

Existem situações que muitas vezes desvalorizamos, mas que efectivamente convém estarmos atentos. E uma dessas situações é a audição.
Se por acaso, repararmos que o bebé é lento a responder à nossa voz, especialmente se não estiver no nosso campo de visão, ou se por acaso, se assusta quando se aparece à sua frente, pode ter um problema de audição. Nesse caso, convém consultar um médico.
A prevenção é sempre o melhor remédio!!!
A audição é diferente nos rapazes e nas raparigas. Em regra, os rapazes têm uma audição menos aguda do que as raparigas e não parecem ser capazes de localizar a fonte tão bem como as raparigas.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Massa com atum

Aqui está uma sugestão, para bebés com mais de 12 meses, que eles adoram e não custa nada fazer...
Ingredientes:
Esparguete
Azeite
Tomate (de lata). Se quiserem podem usar natural... Eu no verão compro e congelo, nos saquinhos de fazer cubos de gelo. Depois é só ir usando quando precisar:)
Atum de lata
Manjericão fresco (opcional)

Preparação:
Cozinhar o esparguete numa panela com água a ferver. Entretanto, aquecemos o azeite numa frigideira em lume médio. Acrescentamos os tomates, pelados e sem grainhas, e deixamos cozinhar até amolecer, cerca de 10 minutos. Ao molho, acrescentamos o atum em lascas até que fique bem incorporado no molho.
Servimos o esparguete nos pratos e despejamos o molho por cima da massa. Salpiquar com majericão fresco.

Bom apetite...

sábado, 12 de novembro de 2011

Oficina "À Descoberta da Quinta"

A oficina "À Descoberta da Quinta", decorre na "Fundação de Serralves", no Porto, no dia 13 de Novembro, das 10h às 17h (funcionamento contínuo: das 10h às 13h, entrada e participação gratuitas mediante levantamento de bilhete na recepção do museu, e das 13h às 17h, participação gratuita mediante aquisição de bilhete de acesso ao Parque de Serralves).
Nesta oficina, as famílias são convidadas a acompanhar e realizar algumas tarefas como alimentar as galinhas, escovar a burra mirandesa ou cuidar dos pequenos pintainhos que fazem as delícias dos mais pequenos. Depois, e porque tudo evoca as memórias, convida-se a uma prova de queijo fresco e manteiga feitos na hora, bem como mel directamente tirado dos favos das colmeias do Parque.
Existe ainda o percurso "Animais da Quinta", onde os participantes vão embarcar numa viagem de descoberta dos animais da Quinta de Serralves, que decorrerá no mesmo dia às 11h (acesso gratuito mediante levantamento de senha a partir das 10h na recepção do museu).
Uma forma diferente de passar o nosso Domingo:)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Contos e histórias



Se há coisa, que os miúdos adoram, é ouvir uma história.
Quer seja inventada pelos pais, baseada num livro, à tarde depois do lanche, ou antes de ir dormir, a verdade é que eles ficam sempre "presos" a um mundo encantado de fantasia e os fazem sonhar!!!

Por isso, aqui fica a sugestão de alguns contos e histórias:
Carochinha e João Ratão
Cinderela
Branca de Neve e os Sete anões
Capuchinho Vermelho
Os três Porquinhos
Pinóquio
Caso já não se lembrem destas histórias, ou queiram outras, vejam aqui.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Almofada de amamentação

Acho estas almofadas super práticas e muito úteis para quem amamenta, e não só. Mesmo durante a gravidez, servem de apoio, para que as noites sejam mais tranquilas e sem os habituais desconfortos que costumam ocorrer durante a gravidez.
Depois de eles nascerem, são uma preciosa ajuda para as mamas, pois permite-nos adoptar uma posição confortável na altura de lhes dar o leite, ficando o bebé bem apoiado.
Posso dizer, que nos 1ºs dias, por causa dos pontos, ajudou-me bastante.
Mais tarde, passou a ter outra função... de suporte do bebé:) deixava-os lá sentados, e eles gostavam bastante, pois assim, não estavam sempre deitados.
Também foi muito útil, para as massagens de bebé!!!

sábado, 5 de novembro de 2011

Popota

Está oficialmente aberta a época de Natal:) Os shoppings e lojas, já estão decoradas, com motivos de Natal, as televisões, passam anúncios e mais anúncios, que fazem as delicias do mais pequenos... e esta semana, até a "Popota" já deu o ar da sua graça, vejam aqui...

Eles já viram, e ficaram "colados"!!!

Descontos "Continente"

Nos dias 5 e 6 de Novembro, o "Continente", têm 50% de desconto em cartão, em todos os brinquedos, excepto, bicicletas, consolas e videojogos.
Não custa nada, dar lá uma saltada, até porque o Natal está já ai porta:)

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Um sonho

Foi a precisamente 4 anos, que o meu sonho de ser mãe, se iria tornar realidade... passado 9 meses, nasceu a minha princesa, e ela hoje é o doce que preenche a minha vida!!!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Puzzles Goula


Aconselho, os puzzles "Goula" a todas as crianças.
São didácticos, com muita cor, apropriados a cada faixa etária, e cá em casa eles adoram!!! Posso dizer, que aprenderam muitas palavras ao brincar com esses puzzles...
Recomendo:)

sábado, 29 de outubro de 2011

Actividade para crianças - LITTLECHEF

Após uma pesquisa na net, descobri a LITTLECHEF, que é uma escola de culinária para crianças dos 3 aos 12 anos, com conteúdos pedagógicos apropriados, além de jogos e atividades.
As aulas abordam, por exemplo, as Artes (moldar, decorar), ou História e Geografia (origem cultural dos alimentos, culinária do mundo), tendo também Ciência à mistura e, claro, Matemática, já que um bolo de chocolate ajuda a compreender as frações.
Nestas aulas, as crianças aprendem a preparar receitas e depois degustam o que cozinharam.
De terça a sexta das 15h às 19h.
A escola de culinária também realiza workshops para pais e filhos, onde as famílias passam uma manhã de sábado completamente diferente a preparar refeições deliciosas.
Além disto, a escola possibilita às crianças virem fazer a festa de anos nas suas instalações, às sextas, sábados e domingos.
A LittleChef proporciona também atividades para escolas e grupos organizados durante a semana. Todas estas propostas exigem marcação prévia.
Ver mais informações em www.littlechef.pt

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Está doente, como brincar?

Com a princesa em casa, pois está doentinha, tive que pensar em algumas brincadeiras extra, para a entreter:)
Comprei uns livros novos, para lhe contar as "estórias" que ela adora, uns livritos para ela pintar, plasticinas, autocolantes, tintas para pintar as mãos e um puzzle.
E claro, já não podem faltar, as tão famosas músicas do "You Tube". Andamos na fase, "Panda vai à escola 4".
Vai ser assim, que nos vamos entreter durante uma semana... Têm mais alguma ideia?!!!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Estomatite Aftosa

Infelizmente, não há nada que a minha princesa não apanhe... desta vez, foi "estomatite aftosa". Nome pomposo, para uma coisa horrível.
A estomatite é uma infecção viral bastante comum nas crianças e provoca várias aftas na boca e garganta, vindo acompanhada de desconforto e dor.
As lesões podem aparecer na gengiva, na parte interna das bochechas, no fundo da boca, nas amígdalas, na língua ou no céu da boca. Posso dizer, que a princesa tem a língua cheia de aftas e gengivas também...
Acredito que tenha muitas dores, pois só chora, não come (o que não é nada normal ), não bebe pois custa engolir, além de se babar imenso. Mas a cereja em cima do bolo é mesmo febre. Haverá mais algum sintoma que falte aqui?!!!
Liguei ao médico, e a solução passa pelo "Ben-u-ron" e "Mycostatin" (em alternativa "Daktarin Gel Oral").
É importante, mantê-los hidratados. Apesar de não querer beber, pois custa engolir, decidi dar-lhe os líquidos pela palhinha, o que ajudou:)
Não posso dar-lhe, nem comidas nem bebidas quentes. Optei então, por iogurtes líquidos, sumos, leite creme, puré de batata, banana e principalmente gelados.
Agora é preciso ter muito cuidado, pois é contagioso e tenho outro bebé cá em casa.
Vamos ver como corre a semana!!!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Anjinhos de Natal

Adorei esta iniciativa, e já recebi o meu "anjinho de Natal"!!!
Vai para a Raquel, de 4 anos, um Nenuco e um fato de treino:) Vai ser a prenda de Natal da Tami e do Tamar, a uma menina cujos pais não tem possibilidades para lhe dar uma prenda especial neste Natal...
Caso estejam interessados em ajudar, podem pedir também um anjinho em

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Guarda-roupa

Chegou a altura, de fazer uma vistoria às gavetas e armários cá de casa. Os dias arrefeceram e torna-se importante adaptar o guarda-roupa.
Primeiro, aproveito, para retirar aquelas roupas que já não servem. Umas guardo de recordação, outras guardo para o ano, (confesso que aproveito muito pouco), e outras separo, para dar, pois na altura do Natal, existem sempre campanhas para ajudar instituições de caridade, e assim já fica separado.
Depois, confiro o que fica e que posso aproveitar da estação anterior.
No caso da roupa de Verão, é mais fácil, pois ainda reutilizo as t-shirts. Normalmente, usam uma t-shirt básica, lisa de manga comprida por baixo, com a de manga curta por cima. Aproveito também calções de ganga, saias, com meia calça, por ex.
Na roupa de Inverno, só aproveito mesmo, algumas t-shirts de manga comprida para aqueles dias mais frescos, ou quando saem ao fim do dia.
Por último, faço uma lista do que é preciso comprar. Tendo em conta, que fazem parte da minha lista, pijama, meias, calçado, calças, t-shirts, casacos, polos, vestidos, camisolas e saias...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Feridas e pequenos golpes

Confesso, que com a primeira ferida, me assustei imenso. Só me lembro de ouvir o meu marido dizer... "Abriu a cabeça!!!" e era apenas um golpe:)
Toca a contar até 3, tentar acalmá-los, para depois, tratar do ferimento e parar a hemorragia.
Se for um ferimento leve, deve-se, limpar com água oxigenada e cobrir com um penso rápido. Se for uma ferida profunda, é preferível não limpar, e deixar ser o médico a fazê-lo.
Quando eles são muito pequeninos, não é aconselhável usar "Betadine".
As feridas no couro cabeludo, são as mais frequentes, e digo por experiência própria, sangram imenso.
Também é habitual, uns pequenos arranhões, umas pequenas feridas, e aí desinfecto e coloco o "Bepanthene- feridas". Quando deixa de ter a crosta da ferida, nos 1ºs dias, uso o "Avene Cicalfate", para ajudar na cicatrização e não deixar marcas.
Importante é ter a vacina anti-tetânica, não sendo necessário aplicar nenhum reforço.
Por isso, cá por casa, arranjei um saquinho dos 1ºs socorros, onde está tudo junto e sempre à mão:)

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Digressão do Musical "Panda vai à escola"

O musical "Panda Vai à Escola" está de volta para fazer as delícias das crianças de norte a sul de Portugal, nos próximos meses de Novembro e Dezembro.
Aqui fica o programa!!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Festas para os pequeninos

Porque
eles merecem um dia especial...
cheio de fantasia...
alegria...
comidas deliciosas...
personalizadas...

eles merecem tudo, mas mesmo tudo!!!

sábado, 15 de outubro de 2011

Livros da "Anita"

Se há colecções de livros que eu adoro, são os livros da "Anita".
Tenho grande parte da colecção e simplesmente acho maravilhosa:)
Em tamanho A4, livro de bolso, ou então com autocolantes... Os livros mais pequenos, são óptimos para eles manusearem, e os autocolantes são super divertidos, e são uma descoberta fantástica.
Ela adora e eu também!!!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Nebulizador

Orá cá está um acessório indispensável em casa... Um nebulizador!!!
Comprei para a minha filhota, e neste momento, todos usamos:)
Ideal para ministrar medicação para as tão famosas gripes, tosse, e mesmo "pingo do nariz". O vapor de água é libertado, e será inalado pelas nossas crianças.
Confesso, que foi complicado, num bebé tão pequenino, meter a máscara na cara. Eles não gostam de se sentir presos. Pode não ser a solução ideal, mas pensei, mais vale que eles inalem alguma coisa, do que eles estarem a chorar e não conseguir. Assim, optei por tirar a máscara e faço a nebulização directamente através do tubo.
Uso essencialmente com soro fisiológico, mas quando o "pingo do nariz" teima em não desaparecer, então junto ao soro fisiológico, "Atrovent".
Faço as nebulizações, de manha, mas preferencialmente à noite, para que eles tenham um sono mais tranquilo.
Apesar de não ser barato, no meu caso, valeu bem o investimento. Contudo, podem sempre requisitar no centro de saúde.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Esterilizar

Por volta dos 6 meses, altura que normalmente coincide com a introdução dos sólidos, podemos parar de esterilizar os biberões e chupetas. Continua a ser importante, limpar muito bem os biberões, mas penso que será suficiente, utilizar o escovilhão.
Posso dizer, que só esterilizo os biberões, 1 vez por semana, mais para tirar a própria gordura do leite, do que propriamente para esterilizar.
No caso, de amamentar, a partir do momento que o deixa de fazer, não é preciso começar a esterilizar nessa altura. Existem pais, que esterilizam as colheres, pratos dos bebés quando eles começam o desmame, mas penso que é totalmente desnecessário.
Quanto aos brinquedos de plástico, também nunca o fiz...

sábado, 8 de outubro de 2011

Andarilhos

Usar ou não usar andarilhos, é uma questão colocada por muitos pais.
A determinada altura, os nossos bebés, já não ficam quietos na espreguiçadeira, começam a gatinhar, querem o nosso colo para se movimentar de um lado para um outro, e é nessa altura, em que pensamos em adquirir um. Para nós, sem duvida que era muito mais fácil eles andarem de andarilho.
Contudo, temos que ponderar e verificar se será o mais indicado para eles. E ai, teremos que ponderar além da segurança dos nossos filhotes, a sua saúde.
Um estudo da Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) e da Unidade de Vigilância Pediátrica da Sociedade Portuguesa de Pediatria revela que, em média, são hospitalizadas duas crianças por dia devido a acidentes com andarilhos. A maioria dos casos ocorre junto a escadas e em locais em que a criança tem acesso a objectos perigosos.
Este estudo reforça as conclusões de um outro estudo, do Observatório Nacional de Saúde, que aponta para cerca de 650 casos de acidentes com andarilhos por ano atendidos nos hospitais portugueses.
Mas muitos pais, podem dizer, que tem cuidado, que são vigilantes, mas temos que pensar nos efeitos nocivos que as aranhas podem provocar nos bebés, nomeadamente nos seus sistemas ósseo e muscular. O uso de andarilhos não traz qualquer vantagem a nível ortopédico, podendo até criar vícios difíceis da criança deixar quando começa a dar os primeiros passos.
Isto não quer dizer, que as crianças que andam em andarilhos, terão problemas a nivel de locomoção, acidentes, nada disso, apenas que poderão vir a ter... já diz o ditado... "mais vale prevenir que remediar..."
E quanto ao facto, de eles gostarem de andar de andarilho, acredito. Mas existem tanta coisas que eles gostam e não é o mais indicado para eles!!!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Horas de sono



Andava eu a ver o meu "livrinho de apontamentos" e encontrei um esquema que fiz sobres as horas de sono que os bebés devem ter.
É apenas indicativo, mas posso dizer que me foi muito útil...
Recém-nascido - devem dormir 16 a 20 horas por dia
3 semanas - devem dormir 16 a 18 horas por dia
6 semanas - devem dormir 15 a 16 horas por dia
4 meses - devem dormir 9 a 12 horas por dia e 2 sestas (2 a 3 horas)
6 meses - devem dormir 11 horas e 2 sestas (2 horas)
9 meses - devem dormir 11 a 12 horas e 2 sestas (1 a 2 horas)
12 meses - devem dormir 10 a 11 horas e 2 sestas (1 a 2 horas)
18 meses - devem dormir 13 horas e 1 ou 2 sestas (1 a 2 horas)
2 anos - devem dormir 11 a 12 horas e 1 sesta (1 hora)
3 anos - devem dormir 10 a 11 horas e 1 sesta (2 horas)
Sou uma sortuda, pois os meus filhos desde os 3 meses dormem a noite toda. Dou-lhes o leite por volta das 23h, e sem acordar tomam o "leitinho", e acordam apenas de manha:)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Usar ou não usar, produtos antibacterianos?

Quantas vezes não fui ao supermercado, e não me vi tentada a comprar produtos antibacterianos para fazer limpezas cá em casa.
Confesso, que não sou muito fã, deste género de produtos, pois tenho a opinião, que é importante não criar uma "redoma de vidro" à volta deles, e deixa-los explorar em segurança sem andar preocupada com a sujidade. O simples facto de os deixar brincar na terra por ex, pode ser importante para fortalecer o sistema imunitário deles.
Agora, existem cuidados que são necessário ter. A cadeirinha onde eles comem, está sempre limpa e desinfectada. Quanto ao quarto, tenho a preocupação de o aspirar 2 vezes por semana e passar a esfregona, mas até é mais por causa do pó. Antes de ir comer, passo sempre uma "toalhita" pelas mãos.
Agora nunca comprei , nem sabonetes antibacterianos para lavar as mãos deles, pois acho que vão retirar tanto as bactérias más como as boas. Nem, nunca comprei um produto antibacteriano para limpar a casa, nem brinquedos:)

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Porque o shopping não é só compras...

A partir de Outubro e até Março de 2012, o MAR Shopping (Matosinhos) reforça a sua programação infantil com sessões de cinema gratuitas, no primeiro sábado de cada mês, para crianças dos 3 aos 12 anos, obrigatoriamente acompanhadas por, pelo menos um adulto, num máximo de cinco pessoas por grupo.
Os bilhetes podem ser levantados no balcão de Informações do MAR Shopping, ao longo da semana anterior à exibição do filme, de segunda a sexta-feira, entre as 10h e as 24h. A iniciativa arranca com a exibição do filme "O Panda do Kung Fu 2", no dia 1 de Outubro às 10h30.
Além disso, todos os domingos, o MAR Shopping oferece os "Dominguinhos", uma programação infantil destinada a crianças dos 3 aos 8 anos que inclui leitura de contos, espectáculo de fantoches e diversos ateliês como pintura, escultura, artes plásticas, reciclagem ou culinária. Os temas variam todos os meses, com actividades diferentes a cada domingo.
No mês de Outubro o tema é "Dia das Bruxas" e no próximo domingo o programa vai ser "Atelier de Artes Plásticas: Aranha Saltitona". No dia 2 de Outubro, às 11h e às 11h30.
Ver mais informações em www.marshopping.com .

Lavar os dentes...

A partir do nascimento do 1º dente, devemos começar a lavar os "dentinhos" dos nosso bebés. Ou com uma compressa com água (enquanto eles são pequeninos e engolem a pasta dentífrica), ou com uma escova dos dentes adequada à idade deles.
Sou da opinião, que os bons hábitos se adquirem desde pequeninos, tendo nós pais um papel fundamental. Devemos começar por dar o exemplo, e escovar os dentes com os nosso "pimpolhos", pode ser uma coisa divertida, e um incentivo a um cuidado oral correcto.
Quanto ao dentífrico que devemos usar, é bastante fácil, pois as pastas já estão referenciadas por idades. O mesmo se passa com as escovas. Eu comprei pasta dos dentes com sabores e as escovas são super coloridas:)
Contudo, é preciso ter atenção, à quantidade de pasta que devemos-lhes dar. Eu tenho como referencia o equivalente ao tamanho da unha do dedo mindinho deles. Assim sei que não erro:)
Quanto à primeira visita ao dentista, deve ocorrer por volta dos 2 anos, pois é a melhor altura para se aprender do desenvolvimento dentário, a necessidade de flúor e receber orientações para manter uma boa higiene oral.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Eles e a fruta

A fruta, a partir do momento que eles começam a comer os sólidos, irá fazer parte da sua alimentação. Como sobremesa, a meio da manha, misturada com o iogurte, com bolachas, crua ou cozida, basta é por a imaginação a trabalhar:)
Por volta dos 5 meses, deve-se iniciar a alimentação da fruta, com a pêra, maçã ou banana. Experimentar cada fruta com 5-7 dias de intervalo, por causa das alergias. Pode ser fruta ao natural ou cozida.
Eu iniciei com a banana e posso dizer, que no inicio não gostaram muito de maçã. Inicialmente cozia as pêras e maçãs, e com os primeiros "dentinhos" cortava-as aos gomos e dava-lhes para as mãos.
Aos 6 meses, introduzi a papaia e aos 7 meses, passei a dar-lhes a outras frutas, excepto morangos e pêssegos, que introduzi quando eles tinham 1 ano.
Vou aqui deixar algumas sugestões e caso tenham algumas partilhem, serão sempre bem vindas...
Para sobremesa, chegava a triturar banana com melão, que eles adoravam.
Com o iogurte natural, acrescentava fruta e uma bolacha para o lanche.
Quando ia jantar fora, para os ter entretidos, levava umas uvas, para eles irem comendo.
Faço maça assada em papelotes de alumínio, no forno. As maçãs são cortadas aos gomos e são assadas com um pau de canela.
Da água que cozia a fruta, guardava e misturava com água e dava-lhes quando eles tinham sede.
Algumas vezes, fui apanhada desprevenida,e sentia que eles comiam qualquer coisa, quando estava por ex, num shopping. Tinha o problema resolvido. Ia ao "Mc Donalds" e comprava maças laminadas.
Existe também a opção dos boiões de fruta, que se pode comprar nos hipermercados ou farmácias. Tenho sempre em casa, uns boiões, de reserva, pois nem sempre a fruta tem o melhor dos aspectos e também as vezes sabe bem variar.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A 1ª sopa - Sopa de Legumes

A primeira sopa que dei aos meus pequenitos, foi por volta dos 5 meses. Dava a sopa ao almoço, seguida de fruta para a sobremesa.
Aqui deixo a receita da minha "Sopa de Legumes":
Base: Batata, cenoura e cebola;
Legumes: Alface, abóbora, alho francês, couve branca, vagem, penca. Deve-se adicionar um novo legume a cada 5-7 dias (serve para controlar as alergias).
Eu comecei pela penca, quando foi da princesa, Por seu lado, quando foi do Tamar , já foi a abóbora, pois é mais docinha:)
Carne: Não introduzir de imediato a carne. Nos primeiros 15 dias, cozer a sopa com a carne que deve ser retirada no final, antes de se passar os legumes ("água de cozer a carne"); Depois deve-se confeccionar com aproximadamente 30 gr por sopa (frango ou peru)
Azeite: Confeccionar sem azeite. Adicionar no final, quando a sopa já está pronta, uma colher de chá de azeite.
Não adicionar sal. Para nós pode parecer estranho, mas eles não vão estranhar pois não conhecem ainda o sabor do sal:)
Eu fazia a sopa, para 2 dias e guardava no frigorífico. Mas, também podem fazer para congelar. Existem umas formas super práticas, onde se separa em doses individuais. É muito fácil de desenformar:)

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Redutor de sanita dobrável

Como a princesa já deixou as fraldas, tinha que arranjar uma solução para quando sair de casa, não ter que andar com o pote a trás de mim:) Depois de alguma pesquisa encontrei, um redutor de sanita dobrável.


Fácil de dobrar e transportar, acho que encontrei a solução!!!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Convite

  1. Colem esta imagem no vosso blogue, facebook de modo a assinalar esta comemoração;
  2. Escrevam mensagens com o vosso testemunho de amamentação (o que correu bem, o que correu mal, o que mudavam, o que sentiram...);
  3. Publiquem imagens ou vídeos acerca da amamentação;
  4. Lancem o convite a mais blogues;
  5. Deixem a criatividade e imaginação falar por vocês e promovam o aleitamento materno :)
Aceitam o convite?

Quanto à minha experiência, quanto ao leite materno, foram 2 semanas, no caso da Tami e não dei ao Tamar.
Tinham problemas de regurgitação e por indicação médica, tive que deixar de dar o meu leite e dar um especifico (AR).
Tive pena, pois acho que é super benéfico para o bebé, além de ser fácil de transportar, está sempre pronto, e fica muito mais barato.)
Agora, também acho, que a sociedade, devia entender melhor, aquelas mães que não amamentam, pois não é pelo facto, de não lhes ter dado o leite materno, que faz de mim, pior mãe ou deva ser olhada de lado, caso tivesse sido essa a minha opção.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

No final do dia...

Para aproveitar o sol, ar livre, e para os deixar correr, pular, ou simplesmente brincar, nada melhor que um passeio pelo parque.
Vou buscar a princesa ao infantário, e lá vamos os três a um parque próximo que temos perto de casa. Eles adoram e eu também. O pai vem depois ter connosco:)
Tenho sorte, pois o parque tem um imenso espaço verde para eles brincarem, tem cadeiras, baloiço, "escorregas", circuito de manutenção, "Cafézinho", um lago e patos...
Levo uma mantinha, uns brinquedos e, garanto que passamos um óptimo final de tarde... tem sido assim nos últimos dias...diferente e de graça:)

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Latex ou silicone?


Ainda me lembro, de estar na Farmácia, em frente à prateleira, a escolher as chupetas e as tetinas do biberão.Existem chupetas de todas as formas e feitios, cores, que brilham no escuro, com nome, sem nome. Até ai, tudo bem, pois depende do gosto de cada um... agora de silicone ou látex?
Qual é que eu iria escolher?
O silicone, é translúcido, mais sólido e resistente às esterilizações. Por seu lado, o Látex, tem uma cor mais acastanhada, mais resistente ás mordeduras e é mais maleável.
Olhei e escolhi o Látex. Não por nenhuma razão em especial, mas porque me pareceu mais macio, que o silicone.
Depois de optar pelo Látex, decidi que quer a chupeta, quer a tetina do biberão seriam do mesmo material, para o bebé não estranhar.
Também é importante ter em atenção, os tamanhos. A primeira que comprei era para recém-nascido e mesmo assim, tiveram dificuldade em a segurar na boca.
O mais engraçado, foi que uma chupeta, que eu sempre disse que não iriam usar, eram aquelas chupetas todas de Látex, que agarra tudo e mais alguma coisa!!! Pois bem, foram as que eles usaram:) Como adoravam as chupetas e faziam rápidos movimentos de sucção (pareciam a "Maggie" dos Simpon, com som e tudo), era o único modelo que não lhes marcava a boca...
Efectivamente, não há um formato adequado e exclusivo para a boca das crianças. São os bebés que escolhem o modelo que mais lhes agrada.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Brincos... sim ou não?

Apesar de adorar brincos, sempre me questionei, se e quando deveria furar as orelhas à Tami.
O meu marido não gostava lá muito da ideia, achava que ela deveria crescer e deixa-la decidir se queria ou não usar brincos.
Eu pelo contrario, acho que ela vai adorar brincos (vai sair à mãe!!!) e que existe uma idade, que elas acabam por querer. Ou por influência de amigas, ou mesmo pelo exemplo que tem em casa, a mãe usa e ela acaba por também querer. Podem parecer argumentos sem sentido, mas foram o que eu usei e resultou:)
Além de que, se ela no futuro, não quiser usar, não usa. Mas estando as orelhas furadas, ela terá sempre a opção de usar ou não!!!
Outro argumento que utilizei, foi a dor. Quanto mais velhinhas elas forem, mais custa. Temos que lhe explicar todo o processo, que vai levar uma picada, e que depois durante uns tempos não pode mexer nos brincos. Sendo ela ainda bebé, passava esta parte e seria muitos mais fácil.
Validos ou não, foram os meus argumentos:)
Lembro-me perfeitamente, de levar a minha afilhada a furar as orelhas com 5 anos, e só deixar furar uma orelha. As fitas que fez, quando foi para furar a outra...
Fomos a uma farmácia, onde correu tudo muito bem. E o curioso, foi que onde fomos, eles furam as 2 orelhas ao mesmo tempo. Assim custa muito menos...
E chorou? Sim, quando se tentou passar as "toalhitas" da anestesia. Quando furou, calou-se e riu-se...
Depois, só tivemos que ter cuidado com a cicatrização. Evitar que ela ande a mexer nos brincos. E que pelo menos 1 vez por semana, rodar os brincos( 2 voltas) e estar atenta a alguma infecção que possa surgir.
Foi uma opção que tomei por ela, eu sei...mas não foi a única!!!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Papas

Um momento por que muitas mães aguardam, é ver o seu bebé a comer. Como vão reagir, se vão fazer cara feia, se vão comer tudo e chorar por mais?!!!!
Aos 4 meses, pode-se iniciar a alimentação com as papas.
No meu caso, preferi esperar um pouco mais, e comecei com a sopa, pois achava que iniciando com as papas, depois fariam cara feia à sopa:)
Existem as papas que são preparadas com água (papas lácteas), com leite (papas não lácteas) e ainda com ou sem glúten (até ao 6 meses aconselham as sem glúten).
Aos 4 meses, o bebé deve realizar, 5 a 6 refeições por dia, sendo que apenas uma deve ser de papa.
Quanto às marcas, existem várias no mercado. Um conselho que me foi dado pelo pediatra, foi que devia optar quer pelas das farmácias, quer pelas dos supermercados, e intercalando as marcas, para o bebé não se habituar apenas a um sabor.
Os meus "pimpolhos", apenas comeram papas ao 7 meses, até começarem a comer a sopa ao jantar. A partir dai, deixei de dar a papa e substitui pelo iogurte, ao lanche. Quando ela foi para o infantário, como os outros meninos comiam a papa, ela também passou a comer. Mas quando fica em casa, come apenas o iogurte.

Vamos brincar!!!

Uma coisa que tenho por habito fazer, é tentar tirar algo de uma experiência, de alguma coisa que veja e goste, de filme, livro, revista...Etc, etc, etc...
E este fim de semana não foi excepção. Fomos a um workshop para bebés na Casa da Música, no Porto, e agora toca a puxar pela cabeça e pensar o que podemos fazer em casa e por em prática aquilo que ali aprendemos:)
Uma coisa que ela adorou foi sem dúvida os panos. Estive a pensar, e vou arranjar retalhos de várias cores, texturas, e ao som das músicas preferidas deles vamos fazer "cucu" e abanar, abanar...
Andei à procura na net, de músicas com as notas musicais, mas ainda não encontrei:( Acho que eles iam gostar, mas ainda tenho esperança de encontrar alguma coisa.
Depois vou ver se arranjo um xilofone para ter cá em casa, para eles tocarem. Já tem um piano e gostam muito. Ainda me vou arrepender, mas o que uma mãe não faz para ver os seus "pimpolhos" felizes?!!!

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Espreguiçadeiras

Posso dizer que usei e abusei!!!
Ofereceram de prenda à minha filhota quando ela nasceu, e foi muito útil mesmo.
Nunca tive o hábito de andar com eles ao colo, pois tenho um problema na coluna, e a minha grande ajuda foi sem duvida, a "sra espreguiçadeira":)
Brincavam, dormiam lá grandes sestas, até as primeiras sopinhas foram dadas na espreguiçadeira.
Ia comigo para todo o lado, tornou-se uma grande ajuda e aliada.
Aconselho vivamente a todas a mamãs...

Os avós...

Umas das imagens que tenho presente muitas vezes na minha vida, é da minha avó materna. O colo, os mimos, os abraços, as "comidinhas" que só ela sabia fazer...
Acho muito importante, as relações que se criam entre avós e netos. Brincadeiras e laços de afecto marcam as relações.
Todos nós criamos a imagem dos "avós ideais" nas nossas cabeças, como sendo os companheiros das brincadeiras, com uma postura mais descontraída que os pais, mais pacientes, com mais disponibilidade. No fundo, são um prolongamento dos pais, mas assumindo o papel de avós, sendo uma ponte entre o passado e o futuro.
Contudo, muitas vezes, pela distância física que existe, não podem estar tão presentes como gostariam, mas quando estão, acabam por compensar e dar todo o amor.
Infelizmente, também existem avós, que são mais distantes, em que não estabelecem laços ou vínculos com os netos. Acredito, que neste caso, a própria relação pais-filho talvez já não seja a melhor, o que acaba por se reflectir na própria relação avós-netos.
Quantas vezes não ouvimos a expressão, "os pais educam e os avós deseducam?!"...
Podemos fazer mil interpretações desta frase. A minha vai neste sentido... "mimos e mais mimos nunca fizeram mal a ninguém. E que sorte que os meus filhos tem em ter uns avós que lhes "passa a mão pela cabeça", quando o papel de pais tem que ser feito".Acho que esta expressão é vista muitas da vezes, pela postura, actos que os avós acabam por ter.
Existem ainda avós, que exercem um papel importante na guarda dos netos, como alternativa à creche. Não é o meu caso, pois a minha mãe ainda trabalha. Mas tenho uma grande ajuda do meu pai, que esta reformado e todos os dias vai buscar a neta ao infantário.
Posso dizer, que os meus filhotes, são uns sortudos, pois tem uns avós fantásticos, sempre disponíveis, quer para brincar, quer para ficarem com eles, quando os pais precisam de sair. Nunca arranjam desculpas para não estarem presentes e existe sempre uma solução. Adoram os netos, e como fizeram com os filhos, querem assumir uma papel importante na vida dos netos:)


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Adeus fraldas!!!

Estou super contente, pois a minha princesa está a portar-se muito bem, no treino do pote. De um dia para o outro, começou a pedir para fazer xixi no bacio, não quer que lhe coloque as fraldas e já sai à rua de cuecas:)
Só tenho que agradecer a paciência, e também a insistência das educadoras e auxiliares da "escolinha". Fizeram um trabalho fantástico...
Agora a parte engraçada, é que temos um ritual... sempre que faz xixi ou cocó no pote, chama por nós, e temos que bater palmas e fazer uma festa... Adora mimos:)

Petição Dia Nacional do Brincar

Achei esta ideia brilhante...Dia Nacional do Brincar!!!

Pode ser através do blog ou então ir directamente para o Facebook, ou então consultar a Petição Publica Petição.

Porque não?!!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Os bebés devem beber água?

Saber se devia, ou não, dar água aos pequenitos, foi uma questão que me chegou a ocorrer, várias vezes.
Eles nasceram no Verão e fazia algum calor, e eu pensava, "devo ou não, dar-lhe água?"...
Existem várias opiniões, não é uma questão consensual, mesmo entre os pediatras.
No caso de a mãe estar a amamentar, penso que não há dúvidas... não é preciso dar água, pois o leite materno fornece todos os nutrientes que o bebé precisa.
Agora, se for leite suplemento, alguns especialistas entendem que , não é necessário a água, a não ser, em caso de perdas significativas de líquidos, através de vómitos, diarreias, febre elevada ou perdas acentuadas de água através do suor. Outros entendem, que as fórmulas utilizadas no leite artificial, podem conter sódio (sal), e por isso vale a pena dar um pouco de água, especialmente se estiver muito calor.
Como eles bebiam um leite especial (AR), optei por dar um pouquinho de água. Ele bebeu muito bem, já ela, era esquisita, e por isso dava um chá.
Ainda me perguntaram, se fervia a água. Confesso que não. Usava a água engarrafada. (perguntei ao pediatra e ele não viu qualquer inconveniente).
A minha preocupação, com o calor, era que eles desidratassem. Dava poucas quantidades, pois sei que tem o estômago muito pequenino:)


Cor dos olhos... definitiva a partir de quando?

Quando a minha princesa nasceu, reparamos que ela tinha os olhos cinza claros. O tempo passava, e cada vez ficavam mais azuis. Até aqui nada de especial, a não ser o facto, de nem eu nem o pai ter-mos olhos azuis, nem tios, primos ou avós...
A médica, disse-nos que no nosso caso, ambos temos que ter alguém na família de olhos azuis (neste caso, os nosso avós).
Muitas vezes, nos interrogamos... será que ainda vai mudar a cor dos olhos? Mas cada vez ficava mais claro!!!
Por seu lado, quando o Tamar nasceu, os olhos dele sempre foram escuros, eram cinza e depois passaram a castanhos cor de avelã.
Sei que não existe nenhuma formula, mas na minha experiência e pelo que cheguei a ler, crianças que nascem com a íris escura, essa cor será praticamente definitiva. Mas em recém-nascidos com íris clara, a cor definitiva dificilmente estará definida antes de um ano de idade e poderá escurecer ainda mais até aos três anos.
No meu caso, ouvi muitas vezes..."são olhos de leite, quando deixares de amamentar a cor muda!". Acredito que também tenha a sua influencia, mas no meu caso não, pois só amamentei durante as primeiras semanas!!!
Olhos castanhos, azuis, verdes, cinza... qual será a cor definitiva???

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Contentores do lixo para fraldas sujas

Sei que pode parecer estranho, mas sim, é um contentor do lixo para guardar as fraldas sujas dos nossos pequenitos. Comprei um quando a minha filha nasceu, e tornou-se muito útil, principalmente no Verão, por causa dos cheiros. Passava a vida, a ir ao lixo deitar as fraldas sujas.
Trata-se de um contentor de fraldas, com o sistema twist-lock (torce e lacra), evitando o mau cheiro característico, e tem uma película anti-gérmica com um leve perfume que mantém os germes e bactérias presos dentro do contentor, assegurando um ambiente mais higiénico.
Além disso, torna-se desnecessário o uso de sacos plásticos individuais, economizando em até 20% o seu uso.
Existem várias marcas em Portugal e para vários preços.
Fiquei surpreendida, pois pensei que seria bastante caro. Mas existem no mercado, marcas bastante acessíveis.
Com 2 filhos a usar fralda, acreditem que se tornou mesmo indispensável :)

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Brincadeiras dos nossos tempos...

Brincadeiras tão simples como saltar à corda, o pião, jogar aos berlindes, "escondidinhas", jogar à macaca, corrida de sacos, são algumas das brincadeiras que nós brincávamos na nossa infância e que os nossos filhos irão adorar.
Além, de que algumas podem ser praticadas ao ar livre (óptima maneira de saírem de frente da TV).
É uma maneira, de juntar o entretenimento à educação, e uma magnifica forma de passarmos algum tempo com eles. Sabe muito bem, recordar os nosso tempos de infância...
A minha brincadeira preferida, era "brincar às casinhas". Com cobertores e lençóis fazia uma tenda, tinha uma cozinha para fazer a "paparoca" para as bonecas, além da caminha para elas dormirem. Depois a minha mãe, dava-me arroz e massa para a comida parecer mais real. Passava horas a brincar com as minhas bonecas.
O mundo do "faz de conta" é excelente, pois ajuda à criatividade. Quem não vestiu as roupas dos pais, avós e assumiu outras personagens?!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Sonhar

Estas noites, tem sido complicadas, pois noto que os meus bebés andam a sonhar muito. Acordam a meio da noite, a chorar, e só acalmam quando lhes damos um miminho.
A Tami, acorda a chamar pelo " cão", e ele chora imenso. Ainda pensamos que poderia ser os dentinhos, que estaria com dores, mas se assim fosse, não acalmava no nosso colo.
Eles são "bombardeados" durante todo os dia, com imagens, sons, sensações, estímulos. Por isso é normal, que sonhem com as experiências por que passaram enquanto estiveram acordados.
Os bebés sonham muito. Estudos demonstram que o recém- nascido sonha mais nas 2 primeiras semanas após o nascimento que em qualquer outra fase da vida. Entre os 6 e os 12 meses, os sonhos reduzem para metade. Aos 3 anos, então ainda sonha menos. Sonha metade do que sonhava aos 18 meses. Nesta altura, o tempo de sonho, por incrível que pareça, já é igual ao de um adulto.
Quantas vezes, estamos a olhar para eles a dormir, e vi-mos os olhos deles a mexer debaixo das pálpebras fechadas?! Nessa altura, eles estão a sonhar.
Também acontece, que durante a noite, os sinto mais inquietos, acabando mesmo por chorar ou gemer ocasionalmente. Aí, desde que nasceram, eu tenho o hábito de esperar e ver se o choro ou gemido se prolonga ou se é apenas momentâneo. Evitava, de aos primeiros gemidos ir logo pegar neles, pois muitas vezes estavam apenas a sonhar, acabando por ter um sono tranquilo sem acordar. Apenas, chegava à beira deles, e sem falar para eles, para não os despertar, fazia uma "festinha" e deixava-os a dormir descansadamente.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Cantinho da Fotografia

Uma experiência maravilhosa que tivemos em família, foi sem dúvida, uma sessão fotográfica que fizemos com a Inês.
Sempre gostei de fotografia, e com o nascimento dos meus bebés, então piorou, tiro fotos a "todo o momento"... Até passei a andar com a máquina fotográfica na carteira...
Adoro, sentar-me no sofá e ver as fotos deles quando nasceram. Parece que já foi tanto tempo... e ainda só passou 2 anos :)
Conheci o trabalho da Inês, através de uma amiga, e foi amor à 1ª vista. Naquele mesmo dia, decidi que ia-mos fazer uma sessão, entrei em contacto com ela, e foi só combinar o dia.
Posso dizer, que a sessão correu muito bem. Estava com medo por causa da Tami, pois ela não pára quieta. Mas a Inês é fantástica, deixou-nos super à vontade, procura sempre o melhor ângulo, e as 2 horas da sessão passaram a correr.
Aconselho vivamente esta experiência, e só tive pena de não ter conhecido a Inês e o Cantinho da Fotografia, quando estava grávida, pois ela fez uns trabalhos fantásticos com as grávidas e recém-nascidos. Uma ternura...

Aqui ficam os contactos,vão lá e vejam as "pequenas obras de arte":

Chupetas personalizadas

Acho estas chupetas super fofas, e práticas para o infantário.
Comprei quando o Tamar nasceu, e mais tarde, quando a princesa foi para o infantário. Existiam chupetas iguais, e para não se confundir com a dos outros meninos, achei que esta seria a melhor opção.
Existem em 3 tamanhos (0-6 meses; 6-18 meses; 18-36 meses),podem personalizar, escolher se querem de latex ou silicone e podem ser adquiridas, quer em lojas infantis, quer nas farmácias, quer na net. Consultem o site: www.chupetascomnome.com

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Bisfenol - A


O Bisfenol-A é utilizado na maioria dos plásticos do nosso dia-a-dia, e poderá estar relacionado com diversos problemas de saúde.
É um químico utilizado no fabrico do policarbonato, um tipo de plástico rígido e transparente, que se encontra em quase todas as embalagens de plástico que utilizamos.
Segundo alguns estudos, o Bisfenol-A pode provocar algumas doenças, incluindo o cancro da mama, obesidade, diabetes, hiperactividade, alterações do sistema imunitário, infertilidade e puberdade precoce. Também pode desencadear tumores e interferir na memória e aprendizagem.
Convém dizer, também, que esta substancia é mais perigosa, se estiver em contacto com os alimentos que tiverem sido aquecidos. Por ex. quando aquecemos o leite no biberão no microondas.
Por isso, como prevenir é sempre o melhor remédio, temos que ter cuidado, principalmente, com os biberões, que utilizamos.
De referir, que o fabrico de biberões que integrem Bisfenol-A na sua composição foi proibida na União Europeia, a partir de Março deste ano, e também a venda ficou interdita em 1 de Junho de 2011.
Assim, decidi, deitar fora uns biberões mais antigos que tinha em casa, e comprar uns biberões sem este químico. Não foram precisos mudar todos, pois alguns foram adquiridos recentemente e na altura tive a preocupação de confirmar que já não continham este agente.

Terão eles frio?

Uma dúvida que me surgiu quando os meus filhotes nasceram, foi, se iria saber se eles estavam bem agasalhados, e se por sua vez, não lhes vestiria roupa e mais roupa, e depois iriam ter calor.
Nos primeiros dias, é necessário, abrigá-los um pouco, mas sem cair no erro, de vestir roupa em demasia. Até porque nas maternidades, a temperatura está sempre mais elevada, para que os bebés não sintam um choque quando saem da barriga da mãe. Aqui, uma dica que me deram, e que usei, foi, para ver se eles estão com calor, colocar a nossa mão no pescoço (nuca). Se tiver quente, então tem roupa a mais. Eu regulei-me assim...
Muitas vezes, as mãos dos bebés estão frias. Contudo, isso não quer dizer que eles tenham frio. Enquanto forem recém-nascidos, eles não conseguem regular a temperatura do corpo.
Em casa, quando eles tiverem a dormir, devemos tapar o nosso bebé com uma mantinha, pois durante o sono, a temperatura corporal desce.
Mas muito importante, é quando eles saem à rua, acabando por ocorrer muitas vezes mudanças bruscas de temperatura. Nestas alturas, nunca sair de casa sem um manta, mesmo sendo Verão (no Inverno, usava umas mantas polares) e quando entrava num local quente, tirava o agasalho, e voltava a vestir, quando sair à rua.
Outra altura importante, é quando, lhes damos o leite a meio da noite, ou mesmo quando acordam de manha. Aconselho, a terem uma manta nos pés da cama, para os agasalhar, quando pegarem neles.
Com mais alguns meses, no Inverno, uma coisa que aconselho são os sacos de dormir. Cheguei a ter 2, pois existem para diferentes fases etárias. Assim, mesmo eles destapando-se durante a noite, estão sempre quentinhos...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O que eles dizem com 1 ano?

Os bebés nesta idade, compreendem muito bem, tudo aquilo que lhes dizem, todavia, ainda tem alguma dificuldade, em transmitir aquilo que pensam.
Palram muito, e já reagem a "jogos de conversa", dizendo uma ou outra palavra. Curioso, que os meus 2 filhos, a 1ª palavra que disseram foi "cão!".
Nesta fase, os bebés gesticulam muito, apontam, batem palmas, dizem adeus. É a maneira que eles encontram para comunicar connosco. Por isso, falar, cantar é a melhor forma de eles ouvirem e depois tentar reproduzir.
Nesta altura, cantei ( e ainda canto ao Tamar), muitas vezes a música, da "Galinha põe o ovo", pois para além de letra, também tem os gestos, que eles adoram. Ao fim da segunda vez, já eles tentavam gesticular e acompanhar a música.
Se já não se lembrarem da letra, nem da coreografia, procurem no Youtube, que encontram facilmente.

Que alimentos deve introduzir dos 4 aos 6 meses?

É por volta desta idade, que a maior parte das crianças, inicia a introdução dos alimentos sólidos. Esta deve ser feita de modo gradual, com a introdução de um alimento novo de três em três dias.
Não deve ser realizada mais cedo, pois eles ainda não tem uma maturidade motora que lhes permita uma boa coordenação, aumentando o risco de engasgamento.
Eu iniciei, por volta dos 5 meses. e posso dizer, que comecei pelas sopas. Porque tenho a ideia, que se eles provassem a papa primeiro, como era doce, depois estranhavam a sopa e assim fiz. Resultou.
Alimentos a introduzir nesta fase:
Batata; Cenoura, Abóbora, Maçã, Pêra, Banana, Alface, Brócolos, Curgete, Feijão-verde, Couve-flor.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Deixar as Fraldas

Confesso, que este é um tema, que de momento, me tem ocupado os dias.
A minha princesa, fez 2 anos à pouco tempo e achamos, que tinha chegado a hora de trocar as fraldas pelo bacio.
Contudo, não está a ser nada fácil, porque simplesmente, se no inicio se recusava a sentar no bacio, agora senta-se, mas não faz nada. Na sanita, então, nem pensar, chora.
Eu sei, que esta mudança, não deve ser forçada, e é natural haver avanços e retrocessos. A pressão não é produtiva e sei que pode atrasar todo o processo.
Não existe, uma idade "certa". Varia, de rapaz para rapariga (as meninas estão prontas para o treino do pote mais cedo que os rapazes), e ocorre entre os 18 e os 30 meses (altura em o desenvolvimento neuro-muscular, da criança, já está preparado para controlar os esfíncteres).
Decidimos iniciar, o treino do pote no Verão, pois caso ocorram "acidentes", é muito mais fácil, secar a roupa, carpetes (...) além de que, como está calor, quando anda em casa, usa mínimo de roupa.
No inicio, vamos optar por treinar a ida ao bacio, apenas durante o dia, e quando ela já controlar, então passamos para a noite. Não esquecer, de forrar o colchão, pois descuidos podem acontecer.
Um sinal, que ela, já estava pronta para o treino, foi quando passou a dizer que estava incomodada com a fralda ( colocava a mão na fralda e dizia "cocó") além de tentar sentar-se e tentar tirar a fralda (pena, não querer sentar-se no bacio!!!). Contudo, é preciso ter calma, paciência, e tentar explicar, quando os primeiros "xixis", correm pelas pernas abaixo, que tem que ir ao pote.
Primeiro passo, para tirar a fralda, é deixo-los no pote, para ver como é. Se fizer "xixi", devemos elogiar, pois vai deixa-los com vontade de repetir. Se não fizer, temos que voltar a tentar mais tarde. Depois, devemos vestir, umas cuecas, e será inevitável, que faça xixi pelas pernas a baixo. Contudo, ai, temos que sugerir o uso do bacio, explicando que da próxima vez, tem que fazer ali.
Também se pode senta-los, no pote, com regularidade, antes das refeições, no intervalo das brincadeiras, por ex., criando assim uma rotina. Outra opção, será, lembrar aos pequenitos, de ir ao pote. Eu uso muitas vezes esta técnica, mas só ouço "Nãoooo!!" Até um pote, para a boneca preferida da princesa já compramos, mas nada...
Agora, a "cereja em cima do bolo", ocorreu, quando chegamos ao infantário, e as educadoras nós pediram roupa suplementar, pois iam também lá, fazer o treino do pote, e ajudar nesta tarefa nem sempre fácil. Uma grande ajuda, sem dúvida...
Avanços, retrocessos, manias, teimosias, tensões, palmas, elogios, vão estar na ordem do dia nos próximos tempos.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Regurgitação


A regurgitação é um problema comum nos bebés.
Posso dizer, que os meus 2 filhos, tiveram problemas de refluxo gastroesofágico, desde os primeiros dias de vida. Eles eram amamentados, mas após a toma do leite, acabavam por "bolsar" grande parte do leite que tinham tomado.
Existem, várias causas, para para que um bebé regurgite.
A mais comum, deve-se à maneira como o bebé pega o peito. No caso, de ser amamentado, o ideal é que a boca cubra toda a aréola e não apenas o bico, evitando assim a entrada de ar. No caso, do biberão, este deve estar bem levantado (quase em pé), de forma a que a tetina esteja sempre cheia de leite.
Outra causa, é uma válvula que existe no topo do estômago que tem uma folga, permitindo que o leite volte a subir. Então nesse caso, temos um problema de refluxo gastroesofágico. A 1ª medida a ser tomada, é dar um leite, anti-regurgitação. No meu caso, cheguei a dar o meu leite em biberão. mas não resultou. Foi então que optamos por mudar o leite. A opção seria um leite que deixa-se o meu bebé satisfeito e sem "bolsar". Por recomendação médica, experimentei o "Milkid AR", e posso dizer que simplesmente se fez magia. É um leite mais grosso, e por isso, evitava que o leite volta-se a subir.
Outra medida, foi manter o bebé na vertical, posição sentado, enquanto dava o leite.
E após as tomas do leite, não os deitava sem arrotar. Sentado no meu colo, inclinava ligeiramente para a frente. Com uma mão, apoiava o pescoço, com a outra mão, dava palmadinhas nas costas. Era remédio santo.
De referir, que o refluxo, melhorou quando, eles iniciaram a alimentação com sólidos. Passando, completamente, por volta de um ano de idade.
Contudo, cada caso é um caso, e sei por experiência própria, a aflição que nós enquanto mães temos quando os nosso bebés tem problemas na toma do leite. Quando, nasceu o meu segundo filho, tudo foi mais fácil, pois já tinha passado, o mesmo problema com o primeiro. Por isso, aqui deixei o meu testemunho, que espero que vos possa ajudar.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O conto da Maria


Aconselho a leitura do livro "O conto da Maria", aos vossos filhotes. Tenho a certeza que vão adorar, pais e filhos. Este livro foi ilustrado, por uma amiga, que é mãe, e que se aventurou nesta 1ª experiência, na ilustração de livros infantis.
Apreciem e leiam livros aos vossos filhos...

Números de Emergência

É importante ter-mos uma lista de alguns números de telefone, caso surja um caso de emergência.
Tenha sempre 2 cópias: uma num lugar visível da casa, (eu tenho uma na porta do frigorífico, e outra na carteira.
A lista de números deve ter:
- nº de telefone do pediatra
- nº nacional de emergência- 112
- Bombeiros (área de residência)
-Policia (área de residência)
-Saúde 24-808 24 24 24
-Intoxicação- 808 250 143

Aconselho também a terem convosco, o nº de utente do serviço nacional de saúde.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...